Nancy de Brito

 

Nancy de Brito começou a sua vida profissional a ser programadora de Java e HTML, num dos maiores Bancos do Canadá a lançar Home Banking em 1995. Durante 1997 veio para Portugal e integrou a equipa da IP (Internet Service Provider) e viu a Internet a ser disseminada pelo país. Até 2000 esteve a trabalhar em vários países a implementar serviços de dados no sector das telecomunicações.

No início de 2000 começou a montar negócios próprios, desde uma galeria de arte online (9arte.com), a 2020 Multimédia que durante alguns anos foi a agência digital que tinha mais prémios de publicidade internacionais e a Alice.pt que nasceu na web, teve sucesso imediato e que cresceu para o mercado móvel em parceria com a Yorn.

Estes projetos a mantiveram bastante ocupada e em 2008 decidiu que iria vender tudo e mudar de vida. Voltou a estudar e voltou a ter um "chefe" na Associação Nacional das Farmácias. Esteve 5 anos na ANF a montar o comércio eletrónico entre as Farmácias e a Industria Farmacêutica. Durante este período também foi mãe e em 2013 despediu-se para voltar a montar empresas.

Foi convidada para ser partner na equipa da Planno (www.planno.pt) e começou a fazer consultadoria a startups e a especializar-se em procurar financiamentos de várias fontes para crescer os negócios. Durante 2013 fundou a Semeia Ventures, um fundo de investimento de Business Angels para investir em empresas em fase pre-seed e seed. 

No seu tempo livre, dedica-se a promover o papel da mulher na sociedade em duas áreas, liderança e na tecnologia. Faço parte da direção da Women In Technology (www.women-intech.org) e da European Center for Women in Technology (http://www.ecwt.eu)

 

     
   

Apoios
}